Pote não, garrafa de mantimentos

dentro_postgarrafas

 

Quem é casado, ou mora sozinho, sabe que um grande desafio é manter a casa organizada e limpa. Elysio e eu estamos sempre tentando achar novas formas, estratégias, de fazer com que tudo fique o mais funcional possível, para facilitar a vida. Assim que passamos a ter nossa própria casa, assumimos algumas verdades que, depois de algum tempo, começaram a não fazer sentido e a não se encaixar no nosso estilo.

Além disso, passamos a ter mais consciência ambiental e, assim, a nos preocuparmos com o descarte do nosso lixo,  a fazer triagem e a reaproveitar várias coisas que seriam jogadas fora. Uma delas foram as garrafas de vidro. Com a popularização do suco de uva integral, nós comprávamos várias garrafas por mês, e fomos percebendo que poderíamos usá-las para alguma coisa.

Primeiramente, até por conta das minhas pesquisas na internet, pensei em guardá-las para colocar velas, flores… Mas aí tivemos a ideia de usá-las para guardar nossos mantimentos! Há muito que já não usávamos aqueles potes enormes de plástico e nossos saquinhos abertos de arroz, feijão, farinha, açúcar, tomavam conta do armário, vários vazavam e faziam a maior sujeira. Como não conseguíamos manter o controle de estoque, muita coisa vencia, ou comprávamos a mais sem saber que ainda tinha em casa.

Bom, o resultado foram essas garafas de mantimentos super charmosas! Usamos papel contact preto para fazer as etiquetas e escrevíamos nelas com giz, até que compramos canetinhas de giz líquido. Aqui no Brasil, essas canetinhas não são muito fáceis de achar, então aproveitamos uma de nossas viagens para comprá-las. Elas existem em várias cores e espessuras. O resultado fica uma graça, além delas serem bem mais resistentes ao manuseio do que o giz.

A solução é ótima, pois, além de o vidro ser mais higiênico do que o plástico, o formato de garrafa ajuda a medir as porções, servir, etc. As garrafas pequenas também podem ser usadas e ajudam a guardar temperos, afinal, quem não tem aqueles milhões de saquinhos amarelos se espalhando por aí?!

Seria muito legal se pudéssemos voltar ao tempo dos armazéns, da venda a granel, quando cada um podia levar o próprio potinho e enchê-lo lá mesmo, evitando a produção de tanto plástico, vidro, etc. Bom, vamos fazendo o que podemos, né?! Ser criativos! Então, divulguem essa ideia!

 

Gostou? Então compartilhe...Share on Facebook51Pin on Pinterest2.2kTweet about this on TwitterShare on Google+0Share on Yummly0Email this to someonePrint this page

Comentários

comentários